História

Os vinhos Passagem provêem da Quinta de Bandeiras, uma propriedade de 100 hectares localizada no Douro Superior na margem direita do rio e perto do Pocinho, em frente ao famoso Vale Meão. Até que o Vale Meão se tornasse por si só bastante famoso, as suas uvas eram utilizadas para produzir os famosos vinhos Barca Velha, a ‘Vega Sicilia’ de Portugal.

Quinta das Bandeiras

Assim, a localização de Bandeiras não podia ser mais perfeita. Bandeiras foi comprada pela familia Bergqvist  (Quinta de la Rosa) em 2005, o vinho é uma aventura conjunta entre o Jorge Moreira (Poeira) e a familia Bergqvist.

Vinhas

Comprámos 9 Hectares de vinhas velhas com uma plantação mista de variedades de uvas de porto tanto tinto como branco.

Em 2005/06 plantámos (maioritáriamente na vertical) outros 20 Hectares de Touriga Nacional e Touriga Franca mais perto do rio. Ainda novas, estas vinhas começam agora a produzir excelentes uvas, que com o tempo ainda ficarão melhores.

Jorge está bastante animado com as perspectivas e acredita que com a sua visão e localização, Bandeiras tem o potencial para se tornar numas das mais conceituadas vinhas do Douro Suoerior.

Filosofia

A abordagem do Jorge é trazer até nós o terroir do Douro que ainda se encontra altamente inexplorado.

Ele acredita em produzir vinhos com equilibrio e harmonia deixando que as uvas se expressem por si só dentro da garrafa.

Os vinhos Passagem em estilo, serao encorpados e mais intensos, expressando a generosidade de aromas típicos do Douro Superior.

GALERIA de Fotos

Galeria

Contacto

Informações

Para mais informações relativas aos vinhos Passagem, por favor contatar Sophia Bergqvist.